Untitled Document
  • postado por: redacao | 03 ago 2017

    Após os eventos de Transformers: A Era da Extinção, Optimus Prime viaja para o espaço em busca de seus criadores e durante o trajeto encontra Quintessa, que o manipula mentalmente e o converte em uma missão de destruição da Terra para que seu planeta Natal possa sobreviver. Para isso ele precisa recuperar um cajado que foi usado por Merlin na Idade Média. Enquanto isso, os humanos já não toleram mais os robôs gigantes criando a Força de Reação, a Transformers, assim criando uma guerra entre Homens e Robôs. Em Transformers: O Ultimo Cavaleiro, seguimos a história de Merlin, Rei Arthur e a távola redonda e seus guerreiros, mostrando que a briga intergaláctica acontece já há muitos milênios na Terra.
    Sim o quinto filme da franquia apresenta novos personagens que trazem toda uma nova vibe para as telas, fazendo um jogo entre humores diferentes que não te deixam ter demais de um ou outro. Dessa vez temos o centro da história ligada a uma mulher descendente de Merlin.
    Aqui Cade ganha um par romântico, a professora inglesa Vivian Wembley (Laura Haddock), que aparentemente tem uma ligação forte com toda a história para conter a destruição da Terra. Laura Haddock (onde vemos que Michael Bay sofre do problema de qualquer cara, onde ainda é apaixonado pela ex namorada, e que quando pula pra outra, arruma uma com a mesma cara da dita cuja, pois essa atriz é A CARA DA MEGAN FOX!), onde o primeiro trás certo vigor a série, e a segunda se mostra mais útil do que a própria Megan Fox nos dois primeiros, e vê-la junto de Walhberg é muito mais interessante e combina mais com a saga, do que o Shia LeBeouf com aquela. Os dois são convocados pelo Sir Edmund Burton (Anthony Hopkins), um lorde inglês que lutou na segunda guerra com o transformer Bulldog.
    Izabella (Isabela Moner) uma garota de rua que cresceu órfã e vive ao lado de um transformer sucateado chamado Sqweeks.
    Sobre os personagens: um personagem que se destacou entre todos, um mordomo Transformer que acompanha um dos personagens mais importantes do filme. Bumblebee foi o maior destaque dos Transformers, foi bacana mostrarem mais do seu potencial e origem.
    A quantidade já esperada de computação gráfica presente faz da fotografia algo notável, especialmente em aspectos chave e enquadramentos de efeito da produção.
    O ponto positivo dessa franquia é as cenas de ações, com imensa qualidade e detalhes de lutas. Qualidade de áudio e vídeo, filme especializado para IMAX, ótimas cenas de ação. Também é dificil perceber qual é o meio e o fim do filme, passa correndo. Mas um filme de ótima qualidade audio visual e com grandes cenas de ação, e também apresenta uma dose de humor

    Mesmo com todas as falhas possíveis dentro da trama, a produção deste filme é algo indiscutível em questão de desenvolvimento das cenas e efeitos especiais. São 2h40 de duração, mas de um vislumbre de cenas incríveis tanto das cenas em slow motion como as que mostram com mais detalhes os Transformers e a grandeza de seu universo.

    Trailer do Filme: